Resenha: Legend - A Verdade se tornará lenda, da Marie Lu


Olá tordos e divergentes, a resenha de hoje é especialmente para você que ama uma distopia.

Enfim, eu comecei a leitura pensando em algo bem leve ou algo mais agitado, já que comparam essa trilogia com Jogos Vorazes e Divergente. 
Mas não chega nem perto de serem parecidos ou comparados com as obras...é melhor. Acompanhem ♥

Título: Legend   ♥  Autora: Marie Lu    ♥   Ano: 2012   ♥  Páginas: 256    ♥   Editora: Rocco   ♥    Comprar: Submarino | Saraiva| Skoob


Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda. O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. De mundos diferentes, June e Day não têm motivos para se cruzarem – até o dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado e Day se torna o principal suspeito. Preso num grande jogo de gato e rato, Day luta pela sobrevivência da sua família, enquanto June procura vingar a morte de Metias. Mas, em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu e sobre até onde seu país irá para manter seus segredos.

O livro se passa na Republica, que antes era o oeste dos Estados Unidos. Mas por causa de guerras com as Colônias, acabaram se dividindo e criando uma nova Monarquia. O livro é ambientando no ano 2130, e como dá para perceber os país não são mas os mesmos.

Quando uma criança pobre ou rica completa 10 anos, ela é submetida à uma Prova (Parecida com teste de aptidão). A partir da pontuação da prova o governo pode transferi a criança para um determinado setor ou trabalho. Se a criança tirar a nota máxima, que é 1500 (O que é raro, muuuito raro mesmo), ela é transferida para a melhor faculdade e ainda por cima ganha dinheiro para ajudar a família. Já uma criança que tirar uma nota mais baixa que 1.000 e 1.249 ou ser reprovada, vai deixar a família sem dinheiro e ainda por cima vai trabalhar nas turbinas de água, ou nas centrais elétricas

Day é um jovem rebelde, que se tornou o mais procurado da República por causa de acidentes e roubos. Ninguém sabe a aparência dele, apenas que ele é um rebelde importuno e que precisa ser parado. Day tem apenas 15 anos, e fica escondido nos setores mais pobres com a sua amiga Tess
Ele não concorda com a politica do governo, e a única coisa que o mantém no Setor Lake é a sua família, que acha que ele está morto. 


-Nunca lhe perguntei sobre esse nome de guerra. Por que Day?  
-Porque cada dia significa novas 24 horas. Cada dia quer dizer que tudo é possível de novo. Você pode aproveitar cada instante, pode morrer num instante, e tudo se resume a um dia após o outro.

June é a única jovem que alcançou a pontuação máxima na prova, ela se tornou a prodígio da República. Ela tem apenas 15 anos, e estuda na Universidade de Drake, mora no Setor Rubi com o irmão Metias - Um jovem soldado que cuida da irmã como ninguém. June é uma personagem forte e muito inteligente, ela perdeu os país em um terrível acidente. A sua única família é seu irmão Metias. 

Porém, Metias é assassinado e todas as provas apontam para Day. A procura de vingança June aceita trabalhar para à República que a convence de se disfarçar e ir procurar Day nos setores mais pobres. O que parecia uma simples missão para a jovem prodígio, acabou se tornando uma coisa pessoal e revelou segredos que nem June (E nem o leitor) pudesse imaginar. 


Isso poderia bastar para a autora, mas NÃO ela acrescenta mais lenha na fogueira.  

Eu me esqueci de mencionar que no livro tem uma Praga que assola os Setores mais pobres, e é isso que prende Day, ele quer proteger sua família. Em uma observação a sua família, Day percebe que o seu irmão mais novo Éden está doente. Sempre os soldados aparecerem para ver se tem mais alguém doente na casa ou se é uma Praga. Em uma vistoria rotineira dos militares eles marcam a porta da sua família com um X (até agora tudo normal, isso quer dizer que é apenas uma doença), mas enquanto o soldado marca um X ele passa uma linha na vertical (Isso nunca aconteceu)... 

Como está descrito na sinopse o livro vai ter um pouco de romance. Não chega a tanto, apenas o suficiente para fazer o leitor se apaixonar por Day June.
Como disse no início, você vai querer saber o que aconteceu no capitulo seguinte e qual o mistério que envolve a morte de Metias, o que tem por de trás do governo e o que é aquele X na porta do irmão de Day.


Os personagens secundários foram bem construídos e desenvolvidos de eles são de muita importância no primeiro e segundo livro (A autora soube manusear cada um e usá-los no segundo livro com maestria).

Achei maravilhoso a autora separar os capítulos alternando a narrativa entre Day e June. O designer e a diagramação do livro é de fazer qualquer um babar, ela é linda. A Capa é em alto relevo e passa ao leitor o cenário que encontramos na história e que é descrito na sinopse. Não encontrei nenhum erro de gramatica e achei o designer das páginas maravilhosas.

Legend da autora Marie Lu é o primeiro livro da trilogia e traz a história de um jovem rebelde e a prodígio da republica. June procura vingança e Day quer salvar a família. Mas, em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu e sobre até onde seu país irá para manter seus segredos. Uma história cheia de ação, intrigas e muito mistério.
Resenhas:
Legend - Você está nela
Prodidy - Ainda não foi publicada
Champion - Ainda não foi publicada

27 comentários

  1. Olá Alice
    Siiim, eu amo distopia e não canso de ler esse gênero. Claro que já fiz a leitura de Legend e sou suspeita para falar, pois está na lista dos meus favoritos. Sempre recomendo essa trilogia e adoro os personagens e suas complexidades. Acho ótimo porque há a narrativa alternada entre June e Day mesmo. Fico feliz que tenha curtido a leitura também!
    Beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi F,
      Também amo distopia e depois de ler Legend a abei amando mais ainda os livros do gênero. Super recomendo a leitura para a família e amigos e que bom que gostou do livro ♥

      Beijoss

      Excluir
  2. Tenho curiosidade em conferir esta série em função dos muitos elogios que já li a respeito. O romance nãos er o foco principal me deixa animada a curtir a aventura que o livro traz e eu acho que seria uma leitura bem proveitosa. Babei na diagramação pelas suas fotos!!!
    Dica anotada.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi, Alice!
    Menina, eu li Legend e amei! Ainda tenho de ler os outros dois, mas com certeza vou gostar também.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção 5 Anos de Além da Contracapa
    Participe do sorteio Halloween Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu,
      Eu fiquei com receio de começar o terceiro livro com tantos fatos e escolhas dos personagens. Eu chorei no final do primeiro livro...

      Leia, porque você não vai se arrepender.

      Beijos Miss

      Excluir
  4. Olá, eu conheço o livro mas não sabia que fazia parte de uma trilogia, pensei que era um volume único. Embora sua resenha esteja super empolgante e você tenha falado muito bem do livro, essa premissa não me atraiu para a leitura. Não gosto muito de livros assim e eu acho que não conseguiria manter o foco, estou um pouco cansada dessa temática e provavelmente eu não lerei os livros, mas vai saber!

    ResponderExcluir
  5. Oie Alice =)

    Tenho bastante curiosidade de ler os livros da Marie Lu, mas como li algumas resenha um pouco negativas dessa série em especial do ultimo livro, acho que vou começar pela série Jovens de Elite.

    Até acho interessante a temática de Legend, porém essa nova série da autora que a Rocco está lançando me chama mais a atenção.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ane,
      O livro Jovens de Elite também me chamou bastante atenção, e espero gostar também deles. Mas como estou fugindo um pouco de trilogias então acho que vou deixar para a próxima.

      Legend, pra mim é a melhor de todas as distopias ♥ Eu recomendo você ler e tirar suas próprias conclusões.

      Beijoss

      Excluir
  6. Realmente lembra um pouco as duas séries, mas adorei a proposta apresentada. Eu gosto muito de distopia, e acho super legal como os autores criam um novo cenário totalmente diferente do que vivemos. Gostaria de ter uma criatividade assim. Fiquei bem instigada pela história, e é claro que não poderia faltar uma pitada de romance.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eduarda.
      Sim, tem um pouco de romance na história. Mas com tantos fatos acontecendo envolvendo os personagens que você até esqueci que eles tem apenas 15 anos. Ademais, quando chega em algumas cenas você fica boquiaberta com o cenário que a autora criou para os protagonistas...

      Vou parar por aqui, se não vou da Spoiler :)

      Beijoss

      Excluir
  7. Olá,
    Gosto de distopias, porém leio muito pouco delas. Legend é uma série bem comentada tanto aqui no Brasil como lá fora e me pergunto como ainda não virou filme, já que é a moda.
    Achei interessantíssima a divisão dos capítulos e da narração, pois nesse gênero estamos sempre lendo sobre UM personagem que quebra com as convenções da sociedade e aqui vamos ter dois protagonistas que cada um tem sua motivação e seus objetivos.
    Adoro o fato de ter um romance mesmo que de leve, talvez isso seja mais explorado nos próximos livros.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Gosto muito de distopias e faz muito tempo que quero ler essa.
    Na parte em relação ao teste de aptidão creio eu que lembra um pouco divergente.
    Adorei a premissa da obra e confesso que já gosto muito do personagem Day por causa do significado de seu nome e também por querer ajudar a família.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!! :)

    EM primeiro lugar, acho que foi a primeira vez que vi o teu novo logo e esta MARAVILHOSO! :) A serio, parabéns!

    Agora, quanto ao livro... Como assim, melhor que essas trilogias? Que Divergente talvez possa pensar (ainda que para mim seja difícil), mas que THG (amor da minha vida!!) não sei não! :) ahah Eu amo historias assim com ação e intrigas e vou querer conferir! Especialmente depois da tua opinião... Vou so esperar que saiam todos por aqui (não sei se isso vai acontecer, por isso tenho mesmo de aguardar).

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Diogo, muito obrigada.

      A autora arrasou na trilogia e eu li Divergente e THG (Sou fã da trilogia), mas depois que li essa distopia ♥ Day e June arrancaram o meu coração.

      Espero que leia e goste, você não terá nenhum arrependimento.

      Excluir
  10. Olá...
    Por muito tempo evitei ler ou conferir resenhas desse livro, pois, por teimosia achava que ele seria chato, mas, ao ler sua resenha fiquei surpresa ao me ver interessada nele, gostei MUITO da premissa e agora mais do que nunca preciso ler. Isso sem falar que adoro livros em que o autor intercala a narrativa entre os protagonistas.
    Valeu pela dica
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. oie que bacana saber que você gostou desse livro, parece uma trama bem complexa e cheia de teias mas muito interessante. adorei saber que os personagens foram bem construídos. Confesso que eu não gosto muito desse tipo de trama mas sua resenha acabou chamando a minha atenção.

    ResponderExcluir
  12. Adoro distopias, e normalmente as pessoas gostam muito dessa, como você, mas li o primeiro livro e não senti uma ligação real com a história, tanto que nem peguei os próximos pra ler ainda, apesar de ter em casa. Gosto da narrativa alternada, gosto dos personagens secundários serem bem construídos e desenvolvidos, mas não sei, pra mim faltou algo.

    ResponderExcluir
  13. Eu sou apaixonada por essa distopia, até hoje não tive coragem de ler o último livro por medo de acabar, e agora já até esqueci um pouco da trama. hahaha
    Mas é uma história muito envolvente, adoro o gênero, e essa trilogia entrou para as minhas distopias favoritas. A autora consegue prender nossa atenção do início ao fim.
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Infelizmente não li nada da autora ainda. Gosto quando as narrativas são divididas entre os personagens, deixa o enredo mais dinâmico e rico.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi!

    Eu nunca tive vontade de ler essa trilogia, mesmo muita gente elogiando bastante. Como você disse, os personagens são bem construídos, até mesmos os secundários e sei que provavelmente vou gostar, se eu ler, mas alguma coisa me impede. Adorei a sua resenha (e as fotos) e espero um dia ter coragem para ler esses livros!

    beijos =)

    ResponderExcluir
  16. Oi Alice, gostei de saber que essa obra é melhor que Jogos Vorazes ou Divergente. Como não li nenhum deles, fiquei alguns minutos encarando a capa do livro, pensando que já tinha visto uma capa parecida com ela em algum lugar. Aí você falou sobre a comparação com as outras séries e lembrei na hora de onde eu achava que já tinha visto. Talvez a comparação tenha início pela capa, não é mesmo? Meu filho tem os livros do jogos vorazes, e achei levemente parecida. Abraços

    ResponderExcluir
  17. Oiee ^^
    Eu sou completamente apaixonada pelo Day desde a primeira menção dele no livro, mas até agora não consigo gostar da June...hehe' cheguei a sentir um pingo de afeição por ela ao longo da história, principalmente no terceiro livro, mas não consegui gostar dela de verdade. A história é incrível, né?
    MilkMilks ♥
    Milkshake de Palavras

    ResponderExcluir
  18. Olá Alice,
    Não funciono muito bem com livros distópicos, mas fiquei curiosa com relação a essa história e para conhecer essa protagonista que parece ser tão rebelde e essa história que me pareceu incrível.
    Gostei muito da sua opinião e achei sua resenha bem instigante, deixando algumas questões no ar que serão respondidas apenas com a leitura.
    Anotei a dica e espero gostar da leitura.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  19. Oi Alice!
    Eu adoro livros distópicos e gosto bastante de "Jogos Vorazes". Apesar dessa trilogia não ser tão falada quanto essas duas citadas anteriormente, já ouvi algumas pessoas falando muito bem dela e até mesmo que essa consegue talvez superar as duas mais conhecidas.
    Eu tenho o box com os três livros aqui em casa e pretendo ler ele ano que vem, mas já sei que vou estar tão enrolada que não é nada certo. Espero ler logo pois estou bem ansiosa pela leitura.
    Bjss

    http://umolhardeestrangeiro.blogspot.com.br/2016/10/para-que-dividir-nunca-jamais.html#comment-form

    ResponderExcluir
  20. Oi, tudo bem? Sou até suspeita para falar que sou louca para conhecer essa série pois amo distopias. E fiquei mais empolgada ainda por ler sua resenha e ver que a história promete.
    Vou ler em breve.
    BJ

    ResponderExcluir
  21. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que nao tenho o costumo de ler distopias, mas ja vi esse livro por aí e só li bons comentarios, logo imagino que seja uma historia realmente bem interessante. Os personagens parecem ser cativantes e fiquei curiosa para saber mais sobre todo o desenrolar da historia e sobre essa tal praga. Enfim, espero ter oportunidade de ler esse livro algum dia.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  22. Olá!!!
    Nunca quis ler porque sempre ouvia dizer sobre essa comparação com Divergente e Jogos Vorazes e eu não gosto de nenhuma dessas duas series e virava a cara pra essa serei..hahahaha...Confesso que distopia não é meu gênero favorito mas irei dar uma chance aos livros da Marie Lu ;)
    Fiquei bem curiosa como vai ser esse desenrolar todo de meu Deus =P

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/10/resenha-o-coracao-da-esfinge-colleen.html

    ResponderExcluir