Resenha: Half Bad da Sally Green


Título:
Half Bad   |   Autora: Sally Green   |   Páginas: 298   |   Ano: 2014   |   Editora: Intrínseca |    Skoob


A história é sempre contada pelos vencedores, dizem... E Nathan, infelizmente, não é um deles. Na Inglaterra em que ele vive, bruxos e humanos dividem o mesmo espaço, sem, no entanto, se misturarem. Mesmo entre os bruxos, há os que se autodenominam bons, puro se justos — os bruxos da Luz —, e há, é claro, seus inimigos, aqueles que devem ser combatidos e aniquilados, a origem de todo o mal — os bruxos das Sombras. Nesse mundo dividido entre mocinhos e vilões, não ter um lado é pecado, e esse é exatamente o caso de Nathan, filho de uma bruxa da Luz com um bruxo das Sombras. É importante dizer que seu pai, Marcus, não é qualquer um, e sim o mais poderoso e cruel bruxo das Sombras que já existiu, acusado de ter matado a mãe de Nathan e de espalhar o terror por onde passa. Vivendo com a avó e os meios-irmãos, Nathan é visto como uma aberração por seus pares e pelo Conselho dos Bruxos da Luz, que enxergam no garoto uma ameaça que precisa ser ou domada ou exterminada. E as coisas só ficam mais complicadas conforme o tempo passa, já que, ao completarem dezessete anos, todos os bruxos passam por uma cerimônia em que seu dom, o poder que carregarão por toda a vida,é finalmente revelado. Nesse momento se definirá se Nathan é um bruxo da Luz ou das Sombras.E o tempo dele está se esgotando.Em Half Bad, acompanhamos a jornada errante e frenética de Nathan para encontrar o pai e, mais importante ainda, sobreviver. Mas como conseguir isso quando cada passo seu é vigiado e ninguém é confiável— nem mesmo a família, nem mesmo a garota que você ama? Com uma narrativa vívida e dinâmica, Sally Green constrói uma história arrebatadora sobre intolerância,racismo e os caminhos tortuosos que todos trilhamos rumo ao amadurecimento.

Half Bad, escrito por Sally Green e publicado pela Editora Intrínseca conta a história do Nathan, um jovem bruxo que vive uma vida sofrida por ser filho de um bruxo das sombras com uma bruxa da luz.
O seu mundo de é dividido entre bruxos da Luz e das Sombras, onde os bruxos da luz são os bonzinhos e civilizados e os bruxos da sombras são assassinos e possuem poderes sobrenaturais, controlando as pessoas e logo depois matando-as.  

O livro todo é ambientado na Inglaterra (o que para muitos passou um ar de Harry Potter). Durante o crescimento de Nathan ele é submetido a alguns testes, ordenados pelo conselho regido por bruxos da Luz. O conselho tem medo do Jovem se tornar igual a sua família paterna pois todos tem um histórico de assassinos muito perigosos. 
Acabam descobrindo que ele é um meio código, metade bruxo da luz (por causa de sua mãe) e metade bruxo das sombras (por causa do pai). 

Mas sei que não adianta torcer por isso. Sei que ela vai ter um dom poderoso, como a maioria das mulheres, e que vai descobri-lo, aperfeiçoá-lo e praticá-lo. E usá-lo. Usá-lo em mim.
Ele vive com a avó e seus irmãos. Nathan não tem muita carinho por parte da avó e nem por parte da meia-irmã, mas tem uma amizade muiito linda com o meio-irmão. Todo Brux que completa 17 anos, ganha um "presente" que nada mas é o seu dom. Esse dom vem em forma de poderes, que quase sempre são únicos. Mas tem um problema, a avó de Nathan parece que não vai dar o seu presente. Não por que não quer, mas porque é que o único parente que pode dar o presente é o seu Pai. Ele terá que correr a trás do cara que não quis ficar com ele quando criança, o cara que matou a sua Mãe, ele tem que achar o cara mais procurado do conselho... Ele tem que achar o seu Pai. 
O truque é não se importar. Não se importar com a dor, não se importar com nada.O truque de não se importar é fundamental. É o único truque da cidade. Só que não é uma cidade. É uma jaula ao lado de uma cabana, cercada por vários morros e árvores e céu.
O livro tem os capítulos divididos em várias partes. Todas diferentes, as primeiras contas como o Nathan foi parar na Jaula onde ele é treinado e vive em carcero de privado. Os próximos capítulos contam como ele foi para a escola e conheceu a Annelise, como ele fugiu do Conselho de bruxos da Luz e como ele está encarando a vida de fugitivo. A autora soube muito bem envolver o leitor nessa trama. Ela separou os capítulos com as fazes da lua, e isso me deixou muito encantada. Um detalhe é que acompanhamos a trajetória de Nathan desde a sua infância na Jaula até a sua adolescência com 17 anos.

Apesar de ser considerado por muitos o pior livro da Sally Green, achei a história fascinante e real, ainda que previsível. A maneira que a história é contada me conquistou, há grandes dramas ou reviravoltas, e é desse jeito nós percebemos os pequenos detalhes, e isso torna alguns trechos muito especiais. Além da questão principal em torno da protagonista: “o que eu sou” ou "o que eu faço agora", o livro aborda outros assuntos importantes como preconceito e buylling. Para mim é uma leitura além de válida, deliciosa!

A história no inicio se discorre de maneira um pouco lenta, comparada aos livros de grande sucesso que já li, e isso é algo que faz muitas pessoas criticarem esse livro, e outros livros dessa autora, mas para mim isso trás mais realidade ao livro.

Half Bad é o livro da Sally Green, sei que nem todos concordam, mas é um livro muito bom para ser o primeiro da série.  O livro é narrado em primeira pessoa pela protagonista do enredo: Nathan. Amei o cuidado que ela teve com livro, principalmente com os inícios de capítulo. A capa é linda e em alto relevo, a diagramação é perfeita e nesses quesitos não tenho do que reclamar. Para quem gostou do livro saibam que ele tem continuação, e faz parte de uma trilogia Half Lies

Half Bad - Você está nessa resenha
Half Wild - Ainda não foi resenhado
Half Lost - Ainda não foi publicado

Se você já leu me conta o que achou do livro. E se ainda não, me diz se você tem vontade de ler. Antes de comentar...  clica em seguir o blog, isso vai me ajudar muito. Obrigada ♥

37 comentários

  1. Olá, tudo bem?
    Como ainda não conhecia esse trilogia?
    Adorei sua resenha!! Essa trilogia agora está na minha meta de 2017 kkk
    Beijos,
    https://teattimee.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Loysla,
      Que bom que gostou. Espero que goste de ler Half Bad. Vale super a pena...

      Beijos

      Excluir
  2. Oie Alice =)

    Já vi essa trilogia por ai, mas confesso que até o momento ela não chamou muito a minha atenção. Acho que me sinto tão culpada por ter séries que ainda não terminei de ler por preguiça que ignoro as séries que estão sendo lançadas rs...

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anne,
      Fico feliz que tenha sido a primeira blogueira que tenha lhe mostrado Half Bad. Vale super a pena ler, mas tem o detalhe de não ter o ultimo livro publicado ainda aqui no Brasil.

      P.S acredite, eu entendo você. Sempre começo a ler uma série ou trilogia e acabo abandonando a leitura, por preguiça.

      Beijos

      Excluir
  3. Olá, Alice.
    Eu sempre vejo esse livro por ai, mas nunca tinha lido nenhuma resenha dele nem a sinopse para falar a verdade por isso nem sabia do que se tratava. Me interessei é claro. Já estou aqui na curiosidade para saber o que acontece e vou adicionar a lista de leituras.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sil,
      Ahh, que bom que gostou. Espero que leia e goste tanto quanto eu gostei.

      Excluir
  4. Oi Alice, tudo bem?

    já vi alguns booktubers falando dessa série, alguns amam os livros, outros nem tanto. Nunca tinha parado para ler uma resenha, pois a capa nunca me interessou, mas estou boquiaberta. O enredo parece cativante e eu já estou querendo largar minha leitura atual e ler esse livro correndo. Sua resenha me apaixonou, pois a história envolve tudo que amo. Você arrasou mais uma vez, parabéns!

    Beijos,

    Gnoma Leitora

    ResponderExcluir
  5. Olá,

    Sempre fico em dúvida se leio ou não esse livro, justamente porque vejo críticas positivas e negativas o tempo todo. Achei um máximo a divisão dos capítulos ser de acordo com as fases da lua, isso com certeza enriquece a obra. Fiquei curiosa para conhecer o protagonista, que parece ter uma vida bem sofrida e agora precisa entender melhor suas origens. A ambientação sendo em Londres é um ponto positivo, pois gosto muito de histórias com ambientação na Inglaterra. Vou anotar a dica e futuramente pretendo ler.

    Abraços,
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  6. Oi, Alice! Tudo bem?

    Tenho esse livro qui em casa, mas ainda não iniciei leitura. Um colega próximo pegou emprestado, e após ler, me disse que não conseguiu se sentir conectado ao protagonista, muito menos a história. Isso de certo modo me desmotivou um pouco, mas pretendo ler; e espero gostar, assim como você.

    Uma ótima semana. https://realidadecaotica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Olá
    Essa série é muito bem elogiado por onde eu passo. Sou muito fã de livros com Bruxos e cosias do tipo e essa série parece ser uma ótima pedida. Acho as coas incríveis e espero poder ler em breve. E fico feliz em saber que apesar de muitos acharem ruim você ter gostado. Até mais ver
    Bjk

    ResponderExcluir
  8. Oi, Alice!
    Não conhecia a trilogia. Geralmente nem paro para ler sinopses de livros assim porque não são muito o meu tipo de leitura. Mas não é que gostei de Half Bad?!

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  9. Ola
    Confesso que ainda nao tinha lido nenhuma resenha a respeito e nem conhecia a serie. Pode mesmo passar um ar de Harry Potter por conta de algumas características e lembrar disso pode ser inevitável, acredito eu. De qualquer maneira, fiquei bem interessada diante desse enredo e realmente gostaria de poder fazer essa leitura também.
    beijos, Fer
    www.segredosemlivros.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Alice!
    Eu sempre tive um cadinho de preconceito com esse livro por conta desses bruxos bons e ruins. Mas sua resenha deu uma clareada nas ideias e acho que vou dar uma chance a essa trilogia.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe do Natal Literário
    Participe da promoção de três anos de Um Oceano de Histórias
    Participe do Sorteio de Final de Ano

    ResponderExcluir
  11. Oi!

    Não adianta, cada um tem sua própria experiência com a leitura. Mesmo falando que o livro era considerado por muitos o pior da autora, você conseguiu gostar e ficar fascinada, mesmo nque a história mantenha uma previsibilidade. E é isso que importa! Haha. Eu não conheço o livro, nem a autora, mas tenho muito interesse. Ele está na minha lista de para ler. Espero ano que vem conseguir e ser conquistada assim como você.

    beijos!

    ResponderExcluir
  12. Ainda não conhecia o livro, mas já gostei da temática. Ele me lembra um pouco a história de Dezesseis Luas, por se tratar de bruxos, haver uma divisão e o dom de cada criatura ser revelado nessa idade. Mesmo que em Dezesseis Luas seja com 16, achei bastante parecido.
    Então sim, acho que eu me arriscaria a ler.
    Sobre as pessoas dizerem que é o pior livro da autora, bom, cada um tem o seu gosto. Já li livros que todo mundo amou e eu detestei. E vice-versa.
    Só lendo mesmo pra saber, não?
    Bjs, Mila

    http://a-viagem-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Se fiquei curiosa??? Muito!!!
    Quero ler? Sim!!!
    Entrou para a minha lista de 2017? Sim!!!

    Já tenho tantos livros na minha lista, que não sei o que vou fazer... kkkkkk

    ---------------

    Também tenho um blog literário e adoraria se você pudesse dar uma olhadinha, ver o que acha e se gostar, quem sabe, poderá seguir de volta.
    http://www.magiaesonhar.com.br/

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi!!! Já vi esse livro na livraria e li muitas resenhas, mas infelizmente não me despertou vontade de ler. Não é o tipo de livro que eu goste. Fico feliz que tenha gostado, apesar de nem todos favoritarem ele. Parabéns pela resenha! ♥️

    Click Literário 

    ResponderExcluir
  15. Oiii Alice

    No começo esse livro não me chamava a atenção, eu achava meio estilão HP e sei lá, não tinha intenção de ler. Mas várias resenhas empolgadas me convencem a dar uma oportunidade, mesmo sendo uma série, e sei lá, após ler a sua fico feliz de saber que, por ser um primeiro livro, no geral introdutorio, ele até que tem bom ritmo, gosto disso.
    Fica a dica anotada.

    Beijos

    resenhaatual.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Alice, tudo bem?
    Já gostei do livro só pelo fato do protagonista ser filho de lados opostos dos bruxos, o que por si só já gera aquele conflito básico que tanto amamos ver nas histórias, e por se passar na Inglaterra. Amo esse lugar e um dia ainda pretendo conhecer.
    Beijos
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  17. Primeiro que suas fotos ficam maravilhosas <3
    Segundo que eu não conhecia o livro, que bom que você gostou!
    Acho que é o tipo de livro que eu leria tranquilamente!

    Beijo grande :*
    Sankas Books

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    Ainda não li esse livro e espero que minha leitura seja boa tb.
    Apesar do gênero eu ler mais devagar vou colocar na listas de leituras.

    Beijos,

    Camila de Moraes - Blog Book Obsession

    ResponderExcluir
  19. Olá! Não conhecia o livro, mas super me interessei! Amo o gênero!
    Beijo!

    Books Many Books
    Facebook

    ResponderExcluir
  20. Oi Alice, sua linda, tudo bem?
    Acredita que eu comprei os dois primeiros livros em uma promoção, sem saber nada sobre eles? Então pode imaginar minha surpresa ao saber que o enredo fala sobre bruxos (adoro livros de bruxos e magia). Fiquei indignada com o conselho, pois ele não fez nada, e já o condenaram por ele ser filho de um bruxo mau. Estou louca para ler. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá Alice,
    Gosto muito da premissa desse livro e morro de curiosidade de ler.
    Achei sua resenha muito interessante e só achei ruim a história acontecer de uma forma um pouco lenta :(
    No geral, acho que é um livro muito bom e uma leitura que me agradará bastante.
    Torcendo para ler em breve!
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
  22. Oi, Alice!
    Durante a sua resenha, senti que a história de Half Bad lembra bastante a de Dezesseis Luas (e o restante da série), por causa dessa questão de com uma determinada idade o bruxo descobrir se é da Luz ou das Trevas... Fiquei curiosa com a história, justamente por causa dessas semelhanças hahahaah Parabéns pela resenha, está ótima! Beijinhos, Beatriz.

    O Diário de uma Escritora Iniciante

    ResponderExcluir
  23. Oi, Alice

    Eu achei esse negócio de ganhar dons meio parecido com Dezesseis Luas, que, por sinal, foi um livro que eu abandonei...
    Para te falar a verdade eu posso contar nos dedos de uma mão as resenhas que eu já li sobre esse livro, e não sei se gosto ou desgosto da proposta, faz sentido? Hahahba
    Esse negócio dele ficar numa jaula no início me pareceu interessante... vamos ver!

    Beijo
    - Tami
    http://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  24. Olá!
    Já vi muitas resenhas sobre o livro mas não sei se leio ou não esse livro, pois existem opiniões muito diversas; mas gosto muito da temática dos poderes e como lembra dezesseis luas, acho que vou ler só para tirar minhas próprias conclusões, o maior problema é a história ser lenta, mas tirando isso sem problemas.Adorei suas considerações e a capa é mesmo maravilhosa.
    Beijos, Lari.
    Segredosdeumacerejeira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Oi Alice, tudo bem?
    É a primeira vez que ouço falar do livro e preciso dizer que adorei a premissa! Sério, é muito legal essa ideia de o protagonista vir do Bem e do Mal, e fico aqui imaginando para qual dos dois lados ele irá sucumbir, ou se realmente irá agir meio mau e meio bonzinho, o que acho um pouco difícil. Me parece ser um universo interessante e amei essa capa. Com certeza irei incluir na minha lista de desejados!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  26. Oie Alice!
    Ainda não conhecia esse livro e confesso que a sinopse não me chamou atenção.
    A sua resenha foi bem positiva em relação a história mas mesmo assim nao achei nada que pudesse me incentivar a ler. E quando comenta de algumas partes lentas... aí desanimou mesmo. Por enqto, vou passar a dica.
    Bjo

    ResponderExcluir
  27. Oi Alice, tudo bem?
    Adorei a resenha e fiquei encantada pelas fotos! <3
    Achei muito legal a sacada de dividir o livro pelas fases da lua, combina muito com esse esoterismo todo da bruxaria.
    Feliz Ano Novo! ;) Que 2017 seja incrível e possamos seguir nos visitando nos próximo ano! \o/
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  28. Oieee
    Tudo bom?
    Eu adoro história que nos apresentem bruxos, ainda mais quando ele é fruto de origem tão diferente.
    Fiquei aqui super curiosa para saber se ele encontra seu pai para ter o seu poder.
    Fiquei fascinada pelo livro só lendo sua resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Oláaaaa, Alice! Poxa, não sabia que esse era considerado um dos piores livros da Sally, apesar de toda premissa clichê e o ar Harry Potter, poderia ter potencial. Do jeito que você resenhou ela teve ótimas sacadas, mas pelo jeito a coisa poderia ser melhor né? Pq até Dezesseis Luas também o livro me lembrou D:

    Feliz Ano-novo! bjs, Carol | Espilotríssimo
    www.carolespilotro.com

    ResponderExcluir
  30. Nunca li nada da autora, mas pelas críticas que já li sobre o livro, ele é o típico caso de ou ama ou odeia. Eu, como já leio muito livro nessa vibe de bruxos, bem e mal, sinto-me um pouco saturado as vezes, e não conseguir ver uma trama inovadora nos livros dela.

    ResponderExcluir
  31. Olá Alice, tudo bem?

    Conhecia o livro, mas nunca tive nenhum contato com ele, então nem sabia do que se tratava, apenas que ele era muito bom. Mas como sou meio cética com relação a isso, já viu né, rs.

    Beijos

    ResponderExcluir
  32. Ainda não li o livro, na verdade ainda nem o conhecia. Mas ainda bem que a série se incia bem, e que tudo tem um bom desenvolvimento nesse primeiro volume. Sempre gostei da história de bruxas, e tudo que ainda nos leva a esse mundo mágico. Anotei a dica.

    ResponderExcluir
  33. Olá, gosto bastante desse estilo de enredo, já vou anotar a dica para adquirir e ler futuramente.

    Parabéns pela resenha :)

    ResponderExcluir
  34. Olá!
    Eu já ouvi falar muito sobre essa série, mas nunca imaginei que tivesse a ver com bruxos e tudo mais, gostei muito do enredo, com certeza vou pegar pra ler este ano. Beijos,

    Luana

    ResponderExcluir